The EP Experience, now on Patreon!

Hello, everyone!

To adjust myself to the growing demands of my audience, this amazing community that has grown around the blog, I’ve decided to help you have some voice and input in the blog by becoming my patrons – Patreon is an amazing platform that allows creators to get paid to do what they love most, only better, faster and with more resources with the help of their followers!

Please help me grow the blog (and in turn help you in your studies) by becoming patrons of The EP Experience! The blog’s page can be found under https://www.patreon.com/europeanPT.

Obrigado a todos!

Luís

Patreon

Advertisements

My Very Own EP Experience: Yuliya’s Story

Não vou escrever por que razão eu comecei a aprender o português. Isto é uma história separada e longa bastante. Esta vez vou falar como é aprender o português na Rússia. A minha cidade é terceira no país em termos de dimensão populacional, mas só há uma escola da língua portuguesa aqui. Para ser mais preciso é um centro da língua e cultura portuguesa. Porque a nossa professora é uma pessoa muito apaixonada por Portugal. Ela não só nos ensina a língua mas também fala muito sobre cultura, história e tradições de Portugal.

Continue reading

Introducing Your Very Own EP Experience!

Hello, everyone! I hope you’re having a great week! (:

As an effort to make the blog more interactive and lively, I’d love to give all of my readers an opportunity to be a part of the blog!

Hence the idea of creating a section of the blog where you can share your experiences with Portuguese learning and Portuguese culture; you could write blog entries about your language learning progress, a certain aspect of Portuguese culture/language you find interesting or about a recent or not so recent trip to Portugal you might want to share with everyone: as long as you write it respectfully (even criticism), my only job will be to proofread and host your stories. If you have your own WordPress account, I can add you as featured writers on the blog! (:

Continue reading

EP words of the week (#158): estio / estival

Estamos literalmente à porta do Verão no hemisfério norte, a estação preferida de muitos portugueses (para quem já viu a minha cara, posso dizer que gosto do tempo quente, mas um pouco mais ameno para não assar em demasiado e apanhar um escaldão haha).

A Palavra da Semana de hoje é um substantivo, sinónimo de Verão, que é pouco usado mas que podem em encontrar em poemas ou livros mais antigos: refiro-me a [o] estio.

beach birds calm clouds
Photo by Pixabay on Pexels.com

Continue reading

EP idiom of the week (#157): não perceber patavina

Hoje, dia 13 de junho, celebra-se um dos dias mais importantes do calendário para os lisboetas – falo do Dia de Santo António, um dia feriado para quem trabalha e estuda na cidade, sendo que a noite anterior ao feriado é de festa, com muita comida e diversão nas ruas. Estas celebrações, que pouco têm de religioso, estão ainda assim incluídas nas festividades dos Santos Populares – referência às festas que ocorrem durante o mês de Junho associadas aos dias de Santo António, São João (por exemplo, no Porto) a 24 de junho e São Pedro a 29.

Continue reading

EP idiom of the week (#155): ter a faca e o queijo na mão

Grande parte das expressões idiomáticas mais conhecidas utiliza instrumentos do quotidiano e dá-lhes outro significado, muitas vezes aproveitando-se das relações entre palavras para criar essa nova ideia.

Tal é o caso de “ter a faca e o queijo na mão“, uma expressão utilizada para referir que alguém tem total controlo sobre uma determinada situação, i.e. que tem nas mãos todos os instrumentos necessários para fazer uma determinada atividade. Na expressão, o objetivo pretendido é “comer um pedaço de queijo”, pelo que a faca e o queijo são peças essenciais para fazê-lo. Quem tem ambas, pode por certo chegar ao objetivo final sem qualquer dificuldade.

pexels-photo-808196.jpeg
Tabuleiro de madeira com marmelada, uma faca e queijo cortado em pedaços.

Continue reading

EP word of the week (#154): passadeira [de peões]

De volta à questão das diferenças entre o português brasileiro e o português europeu na área dos transportes, a Palavra da Semana de hoje diz respeito a algo extremamente importante para a segurança rodoviária: refiro-me aos pontos de passagem dos peões (pessoas a andar a pé, por oposição a veículos) nas estradas, assinalados em Portugal por faixas brancas paralelas pintadas na estrada.

Em Portugal, este ponto de passagem chama-se [a] passadeira (de peões). No Brasil, o comummente utilizado é [a] faixa de segurança ou [a] faixa de pedestres. Note-se também a utilização do nome pedestre em vez de peão no Brasil; essa também é uma diferença interessante na forma como ambas as variantes falam das questões da segurança rodoviária.

pexels-photo-109919.jpeg

Continue reading

EP idiom of the week (#153): [ter/estar com] a cabeça nas nuvens

Hoje trago-vos uma expressão especialmente comum e também muito engraçada, cuja ideia principal e tradução também pode ser encontrada em outras línguas.

Já alguma vez conheceram alguém tão sonhador e distraído que parecia estar sempre noutro lugar? Pois bem, em português diz-se que essa pessoa está com a cabeça nas nuvens (se for uma questão momentânea) ou tem a cabeça nas nuvens (se for uma característica intrínseca).

cloudlock-head-in-the-clouds-1024x682
Um nefelibata em versão hipster.

Continue reading

EP word of the week (#152): batido

Como nos estamos a aproximar a passos largos do Verão, pareceu-me bem escolher uma palavra que servisse para criar um ambiente mais quente e caloroso em todos vocês!

A Palavra da Semana de hoje é [o] batido, que em Portugal é utilizada para qualquer tipo de bebida que envolva o esmagamento, corte e liquidificação de qualquer fruta e/ou vegetal, normalmente com a adição de leite ou outro agente combinador.

pexels-photo-103566.jpeg

Continue reading

EP idiom of the week (#151): dar uma mãozinha

Os portugueses são especialistas na arte de desenrascar, ou seja, fazer algo com relativa facilidade ou de ultrapassar um problema utilizando estratégias únicas.

É por isso que a nossa habilidade com as tarefas também se estende às palavras que utilizamos para caracterizar estas ações :) E nenhuma é tão apropriada como “dar uma mãozinha”, que significa dar uma ajuda, apoiar alguém a completar ou terminar alguma atividade ou tarefa.

22dba21cea85011b264d6b53248c3410-825x550
Algumas pessoas têm mãos pequenas, mas qualquer um pode dar uma mãozinha a alguém que precise de ajuda. 

Continue reading

EP word of the week (#150): liberdade

Hoje, dia 25 de abril, celebra-se o dia do golpe de Estado que, em 1974, terminou com uma ditadura de 48 anos e deu aos portugueses a liberdade e a esperança de que tanto precisavam.

Muitas coisas mudaram desde então, a grande maioria para muito melhor, mas a conquista mais importante de Abril foi mesmo esta: a liberdade de poder dizer o que se quer, de nos podermos reunir e discutir ideias e projetos de sociedade diferentes, a recusa de propostas autoritárias e a exaltação dos Direitos Humanos e da dignidade da pessoa humana.

1024px-25_de_abril_sempre_henrique_matos

Continue reading

EP idiom of the week (#149): amigo da onça

Já alguma vez conheceram uma pessoa que, com o tempo, acharam que se tinha tornado vossa amiga para depois perceber que talvez não fosse esse o caso, alguém que vos engana, que é falso ou que não se preocupa verdadeiramente convosco?

Acho que todos nós já passámos por este tipo de experiências; felizmente em português existem umas quantas formas de nos referirmos a este tipo de “amigos”!

Uma das mais populares é [o] amigo / [a] amiga da onça; [a] onça é o nome dado pelos brasileiros ao jaguar, um animal felídeo aparentado ao leopardo. Segundo alguns artigos brasileiros, a expressão teve origem numa história popular/anedota e depois popularizada por uma personagem do famoso (no Brasil) comediante Péricles.

onc3a7a

Continue reading